21/06/2021

VANTAGENS DA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA


Compartilhe:

Otimização de processos


A primeira vantagem da automação industrial é a otimização de processos. O uso de máquinas inteligentes e de tecnologias de comunicação integrada, como a Internet of Things (IoT), possibilita que os dispositivos troquem informações em tempo real.

Assim, a tomada de decisões passa por uma descentralização, já que as máquinas conseguem identificar e solucionar o surgimento de crises, falhas em processos e riscos em potencial sem necessidade de comando humano.

 

Mais produtividade e qualidade

 

O aumento da produtividade com o uso de máquinas autônomas é duplamente vantajoso, pois também traz como característica a potencialização na qualidade dos produtos. Pense bem: com as inovações tecnológicas, há garantia de padronização e detecção precoce de falhas.

Não só a taxa de retrabalho pode diminuir bastante, como os processos se tornam mais precisos. Principalmente em tarefas repetitivas, o desempenho humano sem auxílio tecnológico pode sofrer quedas devido ao cansaço mental e distrações, o que interfere diretamente na qualidade do produto.

 

Redução de custos

 

Tanto a automação quanto a eficiência energética estão relacionados à redução de custos. Com a otimização da velocidade, é possível diminuir o uso de energia e o torque, economizando recursos empregados no processo. A redução de falhas também evita os desperdícios de peças e produtos.

Além disso, a comunicação integrada, com detecção de riscos em tempo real, evita a sobrecarga de máquinas. Assim, há diluição nos custos com manutenção, excesso de matéria-prima, consumo energético ineficiente e consertos.

 

Desenvolvimento sustentável

 

A automação reduz os impactos causados pela indústria no que se refere ao uso de recursos naturais e do potencial humano. Máquinas inteligentes funcionam com um melhor aproveitamento e conseguem monitorar comportamentos da linha de produção, como o desperdício energético.

Isso é especialmente relevante se considerarmos que a indústria é responsável por 31,7% do consumo energético mundial, de acordo com o Balanço Energético Nacional. Além disso, vale ressaltar que a sustentabilidade é pautada no melhor gerenciamento de recursos ambientais, mas também econômicos e sociais.

 

Vantagens competitivas

 

Todos esses impactos da automação colocam a indústria um passo à frente da concorrência, destacando o aumento da produtividade, a redução de custos e a identificação com o desenvolvimento sustentável. Estamos falando de uma produção de maior volume e qualidade.
Sem contar que a preocupação com a sustentabilidade pode contribuir com a formação de uma percepção positiva por parte dos consumidores. Assim, a eficiência energética também surge como uma estratégia de marketing, pois ter um "selo verde" é visto com bons olhos pelo mercado.


Diante desta leitura, você viu que a automação industrial é repleta de vantagens e que ela possibilita a eficiência energética. Com as novas tecnologias e o uso de sistemas de comunicação integrada, máquinas inteligentes conseguem observar padrões, trocar informações e monitorar o chão de fábrica em tempo real.
Com isso, há otimização de processos, redução de custos e do desperdício de recursos, inclusive de energia e potencial humano. Assim, a indústria consegue vivenciar o desenvolvimento sustentável e alcançar melhores resultados. Por esses motivos, a automação é um movimento universal e necessário.