21/07/2020

SAIBA MAIS SOBRE IMPORTÂNCIA DA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL ATUALMENTE E QUAL SERÁ NO FUTURO!


Compartilhe:

Por que a automação industrial é importante?

Em termos gerais, a importância da automação industrial inclui fatores como a redução dos custos de produção e a elevação dos padrões de qualidade dos produtos. Além disso, com essas melhorias, é possível atender de forma satisfatória às exigências de mercado. Mas, não é só isso!

Essas vantagens só são possíveis em função de diversas outras modificações que acontecem junto do processo de automação. Entre elas estão:

  • a otimização do monitoramento dos sistemas, sensores e demais informações relevantes sobre as atividades produtivas;
  • a virtualização e digitalização das operações, possibilitando que sejam feitas simulações realistas em softwares que imitam a fábrica;
  • a descentralização das decisões e a maior autonomia de gestores e supervisores, que podem tomar decisões mais eficientes a partir de sugestões do software;
  • a redução de erros operacionais e equívocos humanos, garantindo que as máquinas operem conforme foram programadas;
  • a integração das operações, sejam internas, com fornecedores ou mesmo com os clientes, agilizando os processos.

Tudo isso ajuda a melhorar a qualidade dos produtos e a agilidade das linhas de produção. O resultado é um potencial muito maior de atender altas demandas, aumentando a participação no mercado e o lucro decorrente dela.

Quais são os benefícios da automação industrial?

Agora que você já conhece a importância da automação industrial, chegou a hora de conferir como a sua empresa pode se beneficiar dela. Muito se fala em estabelecer fábricas mais inteligentes, o que inclui um conjunto de características, como a otimização dos recursos disponíveis, a redução dos custos e o aumento da eficiência operacional. Mas, você sabe como isso impacta os resultados finais? Confira!

Produtividade

Embora seja importantíssimo em algumas atividades, o fator humano pode acabar causando algumas interferências na produtividade de uma fábrica. Isso porque a execução de processos repetitivos pode acabar levando uma pessoa à distração, ao cansaço e até mesmo à falha. Com uma máquina, isso não acontece, afinal, ela faz o que é programada para fazer, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Custo

Com menos falhas e erros na linha de produção, é possível reduzir significativamente os custos com desperdício de material, além de tempo destinado ao retrabalho. Da mesma forma, o próprio custo operacional cai, já que é necessário contratar menos pessoas. Esse valor pode, então, ser investido em maquinário que, em geral, costuma ter um retorno sobre o investimento bem mais rápido.

Qualidade

Se compararmos um produto artesanal, com um industrial realizado por operadores humanos e, finalmente, com uma atividade automatizada, a qualidade dos itens será completamente diferente. Na automação industrial, sem interferência humana, todas as peças saem exatamente iguais, com o padrão que foram configuradas para ter.

Tempo

Outro fator que indica a importância da automação industrial é o tempo que leva uma produção nesse modelo em comparação com a que depende da interferência humana direta. Por ter uma alta capacidade de repetibilidade e uma grande precisão, os processos se tornam muito mais rápidos e extensíveis — as máquinas não precisam respeitar oito horas de trabalho diário, por exemplo.

Segurança

As principais máquinas que fazem parte das indústrias hoje já estão adequadas às normas que determinam as condições e requisitos mínimos de prevenção de acidentes. Além disso, com a menor interferência humana nos processos operacionais e o escasso contato com esses equipamentos, os riscos se acidentes também diminuem muito, praticamente se extinguindo.

O que esperar para o futuro da automação?

Apesar de já ter causado diversas transformações em muitas indústrias, a automação industrial brasileira ainda tem um longo caminho pela frente. Mundialmente, o setor se direciona para a chamada 4ª revolução industrial ou indústria 4.0. Trata-se de um verdadeiro marco, especialmente porque faz a transição do chão de fábrica para processos produtivos mais eficientes, conectados e até inteligentes.

Isso se deve ao uso massivo de tecnologia de ponta para executar e aperfeiçoar o dia a dia das fábricas. Confira algumas delas a seguir.

Computação em nuvem

Muitas ferramentas já utilizadas hoje servirão para otimizar a automação industrial nos próximos anos. A tendência é de que serviços como a computação e nuvem sejam cada vez mais simples e baratos para a indústria, comportando grandes quantidades de dados sobre os sistemas operacionais, reduzindo a demanda por processamento local e possibilitando o acesso de informações de qualquer lugar.

Acesso remoto

Hoje as manutenções e reparos custam um bom tempo para a maioria das indústrias. No entanto, em um futuro não muito distante, essas interferências deverão ser realizadas de forma remota. Com acesso à internet e a um sistema de segurança confiável, os prestadores de serviços poderão revisar todos os equipamentos industriais sem sequer precisar visitar a fábrica fisicamente.

Big Data

O Big Data já está presente em uma enorme quantidade de empresas, mas tende a fazer ainda mais parte das indústrias pelos próximos anos. A coleta e a análise de dados sobre todas as etapas produtivas, por exemplo, serão utilizadas para melhorar as decisões dos gestores e tornar a fábrica ainda mais competitiva. Quanto mais completo for o uso do Big Data, mais preciso e produtivo será o operacional da indústria.

Robôs AMR

É impossível falar da importância da automação industrial para o futuro sem mencionar os robôs. Eles são parte dessa estratégia de modernização do chão de fábrica. Futuramente, eles deverão trabalhar integrados às pessoas, trazendo o melhor da tecnologia para a otimização de processos — como é o caso os AMRs, que mapeiam o ambiente e transportam produtos de um ponto a outro de forma rápida e segura.

Realidade aumentada

A realidade aumentada é a tecnologia voltada para a combinação do mundo virtual com o real. Ela permite a projeção de objetos criados a partir de um computador em ambientes reais através de um dispositivo (óculos, smartphone, tablet). Dessa forma, as pessoas poderão interagir com esses elementos sem sequer utilizar as mãos, acompanhando indicadores, consultando peças e padrões ou realizando assistência remota.

A modernização da indústria veio realmente transformar a maneira como o setor opera. Com mais agilidade, precisão e qualidade, é possível redirecionar os esforços dos colaboradores para melhorar cada vez mais os processos, tornar a gestão mais estratégica e ganhar mercado. A empresa só tem a ganhar.

Agora que você já conhece de perto a importância da automação industrial para que a sua empresa se mantenha competitiva, que tal se aprofundar no assunto? Conheça o site da Therba e conheça os nossos produtos e serviços!