26/04/2021

POR QUE HÁ UM AUMENTO DO USO DE SENSORES NA INDÚSTRIA? VEJA!


Compartilhe:

O que são sensores inteligentes?

 

Os sensores inteligentes são recursos utilizados para diferentes finalidades na indústria, a fim de tornar os processos automatizados muito mais eficientes. Eles servem para a detecção de determinadas condições, seja para identificar calor, incidência de luz, aproximação de pessoas e diversas outras.

Em outras palavras, seu papel é transformar variáveis físicas em dados utilizáveis de forma estratégica, seja pelo processamento humano ou de um software, por exemplo. Dessa maneira, é possível tomar decisões mais inteligentes, evitar acidentes de trabalho e até mesmo aumentar a performance industrial.

A aplicação de soluções varia de acordo com as possibilidades levantadas a partir de análises e estudos aprofundados sobre o ambiente fabril e suas necessidades.

 

Quais são os tipos de sensores existentes?

 

Como você viu, os sensores são os grandes responsáveis por agregar inteligência aos processos automatizados nas fábricas. Eles são muito úteis no controle de inventários, para a segurança dos colaboradores, no monitoramento das linhas de produção e muito mais. Com o uso de sensores é possível acompanhar tudo o que ocorre nas fábricas, sem precisar sequer estar lá.

Como todos os anos estão sendo desenvolvidos novos recursos, outras funcionalidades e sensores cada vez mais modernos, optamos por elencar os principais tipos para você conhecer. São eles:

  • sensores de pressão — geralmente utilizados em linhas de produção mais robustas, eles detectam várias faixas de pressão, incluindo pressão diferencial, ar comprimido, líquidos e gases;
  • sensores magnéticos — eles detectam o funcionamento de peças e produtos fabricados de maneira automatizada na linha de produção;
  • sensores fotoelétricas — utilizados na automação de máquinas, controles de produção e na proteção humana, também fornecem informações sobre a área monitorada.

 

Por que o uso de sensores tem aumentado na indústria?

 

Não é à toa que tem aumentado o uso desses sensores na indústria. Eles oferecem vantagens diversas, que podem ser utilizadas como um meio para aumentar a competitividade do negócio no mercado e aproveitar oportunidades importantes.

Entre os benefícios mais relevantes está a padronização dos processos industriais, que além de aumentar a qualidade dos produtos, também garante mais segurança para os funcionários. O uso de sensores na indústria também agiliza os processos, reduzindo os desperdícios de tempo, bem como matéria-prima, água e energia elétrica.

Consequentemente, isso resulta em um aumento da produtividade e do desempenho geral da fábrica. Por fim, mas não menos importante, a parametrização alcançada com os sensores também auxilia no cumprimento de normas e diretrizes que são cruciais para a obtenção de certificações e credibilidade no mercado.

Com isso, cada vez mais indústrias podem se beneficiar desse moderno recurso.

 

Qual é a relação entre os sensores inteligentes e a indústria 4.0?

 

A indústria 4.0 é baseada, sobretudo, no uso de dados atrelados à tecnologia. Para coletar todas essas informações preciosas, o uso de sensores é indispensável. E eles estão por toda parte, nos equipamentos, nas máquinas, nas paredes, nos EPIs, nos veículos e onde mais a imaginação permitir.

A criatividade é um componente importante na utilização desse recurso, já que ele pode ser adaptado a praticamente qualquer situação. Dessa forma, basta ter um gargalo e os sensores certos para gerar melhorias para o negócio.

Você gostou deste conteúdo? Se quer ficar ainda mais por dentro dos benefícios que podem ser proporcionados pelos sensores na indústria, converse com a gente!